segunda-feira, 27 de maio de 2013

Homem é julgado por matar e enterrar esposa no banheiro

Maria Rita foi enterrada no banheiro pelo marido


Acontece nesta segunda-feira (27) em Varginha (MG) o júri de um assassinato que chocou os moradores da cidade há 22 anos. Na época, o corpo de uma mulher foi encontrado enterrado no banheiro da casa dela dias depois do crime.

Segundo a polícia, Marita Rita Ribeiro Rangel foi assassinada e enterrada no banheiro de casa no bairro Mont Serrat, em 1991. A data provável do crime é 11 de julho de 1991. Ela teve o crânio e o rosto esmagados. O cadáver foi enterrado na casa onde ela morava com Sebastião Andrade Leopoldino.
O local onde Sebastião enterrou a mulher

Na época do crime, Maria Rita tinha 27 anos e deixou quatro filhos. O companheiro dela só foi encontrado e preso em 24 de novembro de 2012 em Mogi das Cruzes (SP). Ele foi levado para Varginha (MG) há um mês, onde desde então aguarda o julgamento.
Protesto na porta do fórum de Varginha

Segundo a Justiça, um crime prescreve após 20 anos. No entanto, o caso foi julgado procedente apenas em 1995 e por isso, o prazo de prescrição começou a contar a partir desta data. Familiares da mulher que foi morta fizeram um protesto na porta do Fórum no início do julgamento.
Homem é julgado por matar e enterrar mulher em Varginha. (Foto: Reprodução EPTV)Homem é julgado por matar e enterrar mulher em Varginha. (Foto: Reprodução G1)

1 comentários:

Anônimo disse...

Sebastião Andrade Leopoldino, correu, se escondeu mas não adiantou....Deus tudo vê, tudo sabe....

Postar um comentário