sábado, 29 de junho de 2013

Cinco mortos em acidente na Fernão Dias por causa de homem a cavalo


Cinco pessoas, entre elas uma criança de 7 anos, morreram em um acidente na Rodovia Fernão Dias envolvendo um caminhão, dois carros e um cavalo, na noite desta sexta-feira (28) em Extrema(MG). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, por volta de 21h, um carro que seguia sentido São Paulo (SP) bateu em um homem que estava a cavalo e atravessava a rodovia. O carro capotou e foi parar na contramão da rodovia, no sentido Belo Horizonte (MG), onde foi atingido por um caminhão.
Um outro carro que seguia sentido Belo Horizonte não conseguiu parar e bateu na traseira do caminhão. Geraldo Elias da Silva, de 54 anos, a esposa Jaciara Pereira Leite, de 40 anos, e a filha do casal, Juliana Leite Elias, de 8 anos, estavam no carro que bateu no cavalo, e morreram no local. A família era de Cristais (MG) e seguia para São Paulo (SP) para visitar parentes. O cavaleiro, José Genildo Bil, de 31 anos, e o motorista do outro carro, com placas de Várzea Paulista (SP), José Carlos de Santana, de 61 anos, também morreram no local.
A pista ficou interditada por cerca de três horas no local do acidente, em frente à Prefeitura de Extrema, e o engarrafamento chegou a cinco quilômetros no sentido Belo Horizonte. Os corpos das cinco vítimas foram encaminhados para o IML de Pouso Alegre (MG). O caminhoneiro ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital São Lucas, em Extrema, mas não corre risco de morte. Os carros foram levados para o pátio da Polícia Civil de Extrema.
Cinco pessoas morreram em acidente na Fernão Dias, entre elas mãe e a filha de 7 anos (Foto: Reprodução EPTV)Cinco pessoas morreram em acidente na Fernão Dias, entre elas mãe e a filha de 7 anos (Foto: Reprodução EPTV)
As três vítimas da família de Cristais serão enterradas neste domingo (30) às 9h30, no Cemitério Memorial Parque Paulista em Embu das Artes (SP), região metropolitana da capital paulista. José Carlos de Santana será enterrado no Cemitério Municipal de Cambuí (MG), às 13h deste domingo. O corpo do cavaleiro José Genildo foi levado para Extrema, onde morava, mas o horário de sepultamento não foi informado.

Fonte: G1 e PRF


0 comentários:

Postar um comentário