terça-feira, 25 de junho de 2013

PLEBISCITO PARA REFORMA POLÍTICA, JÁ!





A corrupção do governo de Juscelino levou muitos eleitores, eu também, a votar na vassoura do Janio. Não espalhe. Mas a sujeira desta distância no tempo, não parece tanta assim, a ponto de justificar o cinismo político do Brasil atual.
O Brasil de hoje não tem ferramentas para combater a corrupção. A Controladoria da União está proibida de investigar ministros. O Conselho Nacional de Justiça apoiou uma proposta que em última instância reduz seus poderes. E não há um corrupto preso!

A UNE não representa os estudantes. O PC faz parte da base política do governo e para isso recebe uma boa mesada. Vez em quando sai em defesa de acusados de corrupção. Quando isso é de interesse do governo, é claro! As centrais sindicais vivem do dinheiro público e dos projetos políticos de seus dirigentes. Diversas ONGs, até as que defendem a ética, recebem recursos públicos! Tudo dominado!

Assim, nada vai muito adiante, porque o Brasil conta com poucos mecanismos e instituições para o combate à corrupção. Nos últimos dez anos já foram demitidos 3.500 funcionários públicos, 70% por corrupção, mas ninguém está preso! A prisão, quando acontece é breve, como se sabe é apenas para o levantamento de provas. É quando o vírus corrosivo entra em cena e a impunidade se instala num processo longuíssimo, que nós não conseguimos acompanhar, muito menos entender. A Justiça no Brasil é injusta, corporativista, discriminatória e corrupta. Só tem uma coisa de bom para os corruptos: é lenta. Assim, não sendo negro, pobre ou puta, pode-se matar um montão de gente, roubar direta ou indiretamente que não será preso nem pela carrocinha. Os poderes, recursos e área de atuação da CGU são insuficientes. Restrições incompreensíveis!

Não há nenhum poder blindado contra o mal. Há bandidos de toga, com mandato, com ministério, com farda, com batina. E é difícil quantificar porque corrupto não dá recibo, nem nota fiscal. O avanço institucional brasileiro ainda não aconteceu.

Uma proposta para que a corrupção seja considerada um crime hediondo no site do Senado recebeu mais de 510 mil acessos até agora, o que deve ter motivado a melhor notícia que surgiu nos últimos dias: as manifestações espontâneas que estão ocorrendo em todo o país não por convocação de sindicatos ou partido político.
A grande esperança está de fato nesses movimentos emergentes e espontâneos, para erradicação do cinismo político, com direito a vassourada contra a corrupção!


Plebiscito para a Reforma Política Já!




Dorothy Coutinho

0 comentários:

Postar um comentário