sexta-feira, 28 de junho de 2013

Rede de Urgência e Emergência em São Lourenço


Na sexta-feira (5), antes da inauguração, será realizada uma reunião com 143 prefeitos, para discutir a implementação da rede de urgência e emergência na Macrorregião Sul de Minas. Como o financiamento é tripartite, estarão presentes, também, o Secretário de Estado da Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, e o Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda Magalhães.
O Samu também é um componente da rede e será o segundo a funcionar, visto que o primeiro (unidades de pronto socorro ou pronto atendimento) já está sendo pago aos hospitais de referência, como o Hospital de São Lourenço, Três Corações, Varginha, Pouso Alegre entre outros. Além deles, tem também o componente Leito Retaguarda, que são leitos hospitalares contratados para pacientes com necessidade de acompanhamento prolongado, e o de Leitos de UTI, que irão garantir um número maior de leitos na região para atendimento às urgências. Isto tudo em funcionamento, significará um investimento na rede de Urgência e Emergência da Macrosul no valor de 400 milhões de reais. Aproveitando o evento, será apresentada ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado da Saúde, a proposta de credenciamento dos serviços de Oncologia do Hospital de São Lourenço. A nossa referência atual não consegue dar conta da demanda, e temos em São Lourenço um serviço pronto para iniciar o atendimento em Quimioterapia e Cirurgia Oncológica. 



UPA – as obras serão reiniciadas em breve, visto que a empresa construtora já regularizou sua documentação, apresentando as CNDs exigidas. Quando ela estiver pronta, o pronto socorro do hospital fecha e os recursos de porta de entrada serão transferidos para a UPA, além dos recursos destinados a este novo aparelho, em portarias federais.

0 comentários:

Postar um comentário