terça-feira, 30 de julho de 2013

Advogada de jovem assassinado em Itanhandu se manifesta através do Jornal Polêmica

Prezados Senhores do Jornal Polêmica,
 
Venho por meio deste e-mail inteira-los sobre alguns fatos ocorridos:
Um jovem de 21 (vinte e um anos), chamado Davi Nogueira Leite foi assassinado na data de 19/06/2013 na cidade de Itanhandu/MG, figurando como acusados: João Cézar de Castro Júnior, Júlio César Pereira de Castro e João Cezar de Castro Neto.
Este jornal, após o ocorrido e comprometido com a verdade, deu a versão real dos fatos, contudo, o pai e avô dos acusados, Sr. João Cezar de Castro, veio posteriormente publicar sua versão distorcida dos fatos.
Em nome da família do jovem Davi Nogueira Leite, e considerando os dispositivos legais, foi ingressada uma ação de indenização por danos morais cumulada com pedido de tutela antecipada em face do Sr. João Cezar de Castro; sendo que na data de 23/07/2013, o MM. Juiz proferiu a seguinte decisão: “Concedida a Antecipação de tutela. Nos moldes do artigo 273 do CPC, para determinar que a parte ré se abstenha de publicar seja em blog, rede social ou jornal mensagens ofensivas que constem o nome dos autores e do falecido Davi, esboçando seu juízo de valor acerca do crime que envolve a família das partes, bem como retire as que já publicou, no prazo de 05 dias, sob pena de multa diária de R$100.00 até o limite de R$1.000,00”.
Frente ao exposto e buscando colocar este meio de comunicação a par dos fatos ocorridos, envio este e-mail no sentido de que novas publicações com base em informações dadas pelo Sr. João Cezar de Castro e de seus familiares sobre o jovem Davi e de seus familiares não mais ocorram.
 
Att.,
 
Cíntia Cristina Nogueira
Advogada dos familiares de Davi Nogueira Leite.


O Jovem Davi foi assassinado a facadas


 
A seguir a decisão na integra do Juiz Ronaldo Ribas da Cruz



2 comentários:

Anônimo disse...

A Justiça está sendo feita! Parabéns à advogada e ao Jornal pela publicação!

Anônimo disse...

parabens mesmo

Postar um comentário