quinta-feira, 4 de julho de 2013

Manifestantes fecham a Fernão Dias e causam acidente com cinco mortos


 Um caminhão não conseguiu frear em um bloqueio na Rodovia Fernão Dias e provocou um engavetamento. Cinco pessoas morreram.
Sete veículos se envolveram no acidente. Entre eles, uma kombi que voltava de Belo Horizonte com pacientes de poços de caldas, no Sul de Minas.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a cerca de sete quilômetros, manifestantes fecharam a pista no sentido São Paulo e atearam fogo em pneus. O trânsito começou a ficar lento no trecho. Foi quando o motorista de uma carreta, que vinha descendo, não conseguiu frear, causando o engavetamento.
“O estrondo foi lá atrás na hora que o caminhão bateu e veio empurrando”, conta um motorista.
O impacto causou um incêndio. A câmera da concessionária que administra a rodovia registrou as chamas que atingiram três veículos.
Cinco pessoas morreram na hora. E outras cinco foram levadas para o pronto socorro de Itaguara. Charley desceu do caminhão para resgatar as vítimas.
“Ainda tiramos uma menina de uns seis anos, uma neném, e uma senhora, que eu puxei pela perna. Na hora que o fogo já tomou conta, não teve mais como fazer mais nada”, conta Charley Júlio Barbosa, ajudante de motorista.

Os familiares de quatro vítimas do acidente  viajaram para colher amostras de sangue e oficializar, por meio do exame de DNA, a identificação dos mortos.
A prefeitura de Poços de Caldas providenciou transporte para os familiares, mas não foi possível realizar a viagem nesta quinta-feira (4) por causa do horário de atendimento do IML da capital, que funciona apenas até às 17h. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde de Poços de Caldas, um veículo já foi enviado à capital para prestar apoio aos sobreviventes e feridos.
Segundo secretário municipal de Governo, Fernando Posso, o motorista Francisco Lino Alves, de 54 anos, servidor da Prefeitura de Poços de Caldas, o paciente Moacir Marcondes, de 54 anos, e as acompanhantes Maria Aparecida Marcondes e Crislaine Guimarães de Oliveira, de 18 anos, faleceram no local.
Duas crianças, de dois e seis anos e os acompanhantes Ricardo de Oliveira e Raquel de Oliveira Martins foram socorridos e levados para a Santa Casa de Itaguara.
O motorista de outro veículo, que também se envolveu no acidente morreu na hora. O corpo dele ainda não foi identificado.
Em nota, a Prefeitura de Poços de Caldas informou que decretará luto oficial de três dias. A publicação será feira no Diário Oficial nesta sexta-feira (5).




Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário