sábado, 2 de novembro de 2013

Cassino de Lambari começa a ser reformado na segunda-feira (4)

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, anunciou nesta sexta-feira (1º) o início da reforma do prédio do cassino de Lambari (MG), que está desativado. Durante a visita à cidade sulmineira, Anastasia disse que as obras devem começar na próxima segunda-feira (4).
A reforma terá um investimento de R$ 9 milhões e deve durar oito meses. Depois de pronto, o cassino vai receber um museu com acervo histórico dos municípios do Circuíto das Águas. O governador anunciou que o Lago do Guanabara também será recuperado.
Inaugurado em 1911, o cassino funcionou apenas uma noite devido uma lei que proíbe o funcionamento deste tipo de estabelecimento no Brasil. O prédio, que é de responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig), já abrigou repartições públicas, atividades culturais e biblioteca. No ano passado, um incêndio comprometeu a estrutura do local que agora será reformado e restaurado pelo governo federal.
Durante esta sexta-feira, Anastasia também visitou Pouso Alegre (MG) para a inauguração do novo centro de distribuição da Unilever. O empreendimento de R$ 200 milhões está localizado na Rodovia Fernão Dias e irá abastecer diversas regionais da empresa no Brasil. De acordo com o vice-presidente da Unilever, José Negrete, a fábrica de Pouso Alegre será responsável por 30% do faturamento da companhia.
Cidade de Lambari (MG) com o Lago Guanabara, o Cassino, e a Serra das Águas em uma manhã de inverno (Foto: Sônia Wildhagen de Vilhena/ VC no G1)Cassino de Lambari será reformado (Foto: Sônia Wildhagen de Vilhena)



Fonte G1

0 comentários:

Postar um comentário