domingo, 10 de novembro de 2013

Homem fica preso em lança de grade após invadir castelinho em São Lourenço



Na madrugada desse sábado, a Polícia Militar compareceu a Rua Marajoara, Bairro Monte Verde, em São Lourenço, onde um cidadão foi encontrado preso em uma grade de proteção de uma mansão conhecida como castelinho e havia informações de disparo de arma de fogo.
A PM recebeu ligações informando que um cidadão trajando bermuda preta e camiseta vermelha estava gritando que estaria sendo perseguido por pessoas armadas que desejavam matá-lo e passou a invadir os quintais de varias residências.
Foi iniciado rastreamento, quando os militares encontraram o servente de pedreiro, Luiz Carlos da Silva Rodrigues, de 32 anos dependurado em uma grade de proteção de uma residência e foi verificado que uma ponta da lança transfixou a perna esquerda dele o impossibilitando de descer da grade.
O homem ficou agarrado na grade

O serviço de resgate do Corpo de Bombeiros Militares foi acionado, comparecendo ao local a equipe de plantão que inicou os trabalhos sendo necessário o emprego do alicate hidráulico para cortar as grades, conduzindo-o em seguida ao pronto socorro municipal.
Em dialogo com a proprietária da residência, um senhora de 61 anos, aposentada, ela informou que ao ouvir os gritos do autor e visualizar seu vulto nas grades da casa, apoderou-se de um revolver que possui para sua segurança e de dentro de sua casa efetuou dois disparos para afugentar o autor, porém logo percebeu a chegada da PM.

"Quando eu olhei pela janela, vi que tinha uma pessoa presa, praticamente espetada na cerca. Ai eu dei dois tiros para cima", contou a dona de casa Panissi Throm. Ela acredita que uma segunda pessoa também tentava invadir a casa, mas com os tiros, ela se assustou.
A dona da casa ficou assustada

Assim que ouviram a confusão, por volta de 4h, os vizinhos chamaram a polícia. Conforme a Polícia Militar, ele não estava armado. Com o incidente, a cerca elétrica da casa foi rompida e no lugar ficou um buraco na grade.  Segundo a polícia, a rua é tranquila e pouco movimentada. No entanto, a dona da casa diz que esta não é a primeira vez que tentam invadir a casa. Há três anos, outros criminosos entraram e roubaram joias e dinheiro.
Ao tomar conhecimento dos fatos, ela apresentou a arma de fogo, bem como os cartuchos deflagrados e o certificado de registro da arma que encontra-se regularizada.
A proprietária da residência foi até à Delegacia de Polícia, para prestar maiores esclarecimentos.
O Subcomandante do 57º BPM esteve no local e acompanhou a ocorrência.

A Polícia Civil informou que vai investigar o que o pedreiro pretendia ao invadir a casa. Ainda conforme a polícia, ele já tem passagens por uso de entorpecentes e lesão corporal e possivelmente estava sob efeito de drogas. O homem foi levado para o hospital da cidade, onde ficou internado.








Fonte PMMG e G1

0 comentários:

Postar um comentário