terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Polícia identifica suspeitos mortos em tiroteio em Itamonte, MG


A perícia da Polícia Civil identificou os corpos dos suspeitos mortos durante operação em Itamonte (MG), no sábado (22), quando a polícia rendeu uma quadrilha que explodiu um caixa eletrônico na cidade. Segundo a polícia, dos nove mortos na operação, três eram de Mogi das Cruzes (SP), quatro de São Paulo (SP), um de Campinas (SP), e o professor de Itanhandu (MG), feito refém durante a fuga dos criminosos e que morreu baleado.
Até esta segunda-feira (24), cinco corpos continuavam no IML de São Lourenço (MG) sem identificação. Todos foram liberados para os familiares. Um décimo suspeito, morto durante troca de tiros com a polícia quando tentava fugir pela Via Dutra, em São José dos Campos (SP), era de São José do Rio Preto (SP).
De acordo com o Capitão da Polícia Militar, Marcelo Borges, a segurança foi reforçada em toda a região à procura de suspeitos que ainda possam estar escondidos no Sul de Minas. "Não acredito que haja alguém escondido no matagal próximo à Itamonte, mas existe ainda a possibilidade de criminosos estarem escondidos na região, e o policiamento foi reforçado. Pedimos apoio da PM de São Lourenço, Pouso Alegre (MG) e Belo Horizonte (MG)", disse.
Seis pessoas detidas durante a operação no sábado (22) continuam presas, uma no Presídio de São Lourenço, quatro na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), e o sexto suspeito em São José dos Campos (SP).


Fonte: G1, PC e PMMG

0 comentários:

Postar um comentário