terça-feira, 18 de novembro de 2014

Protesto de professores termina com bate-boca em São Lourenço


A reunião da Câmara dos Vereadores de São Lourenço  terminou em confusão na noite desta segunda-feira (17). Vereadores discutiram com professores que foram se manifestar no local devido ao aumento da carga de trabalho sem reajuste salarial. Por causa disso, os alunos têm sido liberados antes do horário normal.
Em determinado momento, o desentendimento acontece entre o presidente da câmara e uma das professoras. Neste instante, o vereador chama a educadora de 'peitudinha'. "Você é muito peitudinha. Você fala muito, mas você não conquistou nada. Você é mal educada como sempre", disse o presidente da Câmara, Luiz Cláudio Siqueira, no plenário.
O vídeo que mostra a fala do vereador repercutiu nas redes sociais. Procurado, o presidente da Câmara deu sua versão sobre o que aconteceu.
"O que aconteceu foi que os ânimos se exaltaram e a professora, na hora que eu iniciei o meu posicionamento frente ao projeto, ela me interpelou, falando alto, levantou e gritou", disse o vereador, que afirmou também que só estava tentando cumprir o regimento interno da câmara, que diz que qualquer pessoa pode assistir às reuniões, desde que em silêncio e que não demonstre apoio ou desprovação durante as sessões.
Para a educadora que foi ofendida, a discussão não precisava chegar neste ponto.
"Eu me senti extremamente ofendida, desrespeitada, porque em momento nenhum eu me referi ao presidente de maneira grosseira", se defendeu a professora Leila Palma.
O assunto será analisado novamente pelas comissões da câmara e será discutido novamente na reunião em até 30 dias. Uma das principais reinvindicações dos professores é de que o plano de carreira deles seja separado do plano dos outros servidores do município.
Professores reivindicam aumento de salário devido a carga de trabalho (Foto: Reprodução EPTV)Professores reivindicam aumento de salário devido a carga de trabalho (Foto: Reprodução G1)



Fonte G1

0 comentários:

Postar um comentário