segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Professor petista da UnB defende assassinato de adversários políticos após derrota nas urnas


Mostrando seu totalitarismo sanguinário, o que é típico dos defensores do bolivarianismo, um professor relativamente famoso da UnB, Marcos Bagno, defendeu em sua conta no Facebook que a única forma de “resolver” o Brasil é degolando e matando seus oponentes políticos.
Como se pode ver logo abaixo, na postagem ele chega a citar nominalmente João Dória Jr e ACM Neto, que se elegeram em primeiro turno em duas das principais capitais brasileiras contra candidatos comunistas.
14470411_10210725376959050_441920625763471792_n
O professor já foi acusado diversas vezes de doutrinação escolar, talvez por essa mesma razão ele seja ferrenho crítico do projeto Escola Sem Partido.



Fonte: Jornal Livre

0 comentários:

Postar um comentário