segunda-feira, 24 de abril de 2017

Casal vive em um esgoto por 22 anos com muita felicidade.

Maria Garcia e seu marido, Miguel Restrepo, se conheceram nas ruas de Medellin, na Colômbia. Eles eram os dois viciados em drogas, à beira de desistir, mas juntos, eles encontraram forças para persistir e acabarem com seu vício.
Vinte e dois anos depois, eles ainda estão vivendo no lugar onde encontraram abrigo. A verdade é que esse abrigo não é mais do que uma casa ideal.

Quando Maria Garcia conheceu o marido, Miguel Restrepo, Suas vidas estavam à beira de um desastre irreparável.

Ambos eram viciados em drogas e vivam nas ruas de Medellín, na Colômbia, em um lugar conhecido por sua violência e por tráfico de narcóticos como algo comum.

Sem dinheiro nem família para os acolher, eles encontraram onde morar… no esgoto.

Esse foi o local onde eles conseguiram ganhar coragem para largar as dogas.

Você poderá pensar que à medida que suas vidas foram melhorando, eles quereriam mudar para um sítio melhor.

Mas 22 anos depois, eles continuam vivendo ali mesmo.

E eles não poderiam estar mais felizes.

Eles dizem que têm uma casa incomum e têm aqui tudo o que precisam.

Nesse esgoto eles têm eletricidade, luz, aquecimento e uma pequena cozinha.

Eles até têm uma televisão com canais de TV. Eles decoram sua casa para festividades, como qualquer outra pessoa. Eles dizem que a localização é muito tranquila e longe da agitação da cidade. Seu cão, Blackie, lhes faz companhia e protege essa casa. Nós perguntamos se eles pensam em mudar um dia. Eles responderam que nem consideram essa idéia.
Algumas pessoas podem ter pena de eles viverem em um esgoto, mas se você perguntar para mim, eu vou-lhe diria que eles têm inveja dessa felicidade. Tudo o que você precisa de verdade para fazer uma casa, é amor… e talvez um televisor.

0 comentários:

Postar um comentário