sexta-feira, 21 de abril de 2017

Tiroteio e morte em boate de Três Corações

Thiago Santana morreu após levar um tiro na cabeça

Um homem morreu e duas pessoas ficaram feridas na madrugada desta sexta-feira (21) após tiros que foram disparados na porta de um Pub em Três Corações (MG). Segundo testemunhas que estavam na boate, os tiros foram disparados após uma briga por volta de 3h. A suspeita é que uma rixa entre gangues rivais possa ter motivado a confusão. Pelo menos duas pessoas, entre eles um menor, foram detidos.
O atirador Ueslei da Costa foi baleado pela polícia

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a confusão teria acontecido depois que Ueslei da Costa de 25 anos chamou para fora do Pub Thiago Santana, de 20. Na saída, Ueslei disparou dois tiros contra Thiago. Policiais militares que faziam ronda próximo ao local ouviram os tiros e foram até o local. Quando chegaram, os militares deram uma ordem de parada, que não foi obedecida. A vítima nesse momento caiu e levou mais um tiro, dessa vez na cabeça. Em seguida, o atirador se virou contra os policiais para atirar e foi baleado pelos policiais.
Ainda conforme o boletim de ocorrência, nesse momento, Paulo Marcos Theodoro, de 21 anos, pegou a arma do atirador e disparou contra os policiais, que revidaram e também o atingiram.
Os dois homens que atiraram contra a polícia foram levados feridos para o Hospital São Sebastião, em Três Corações e continuam internados. Segundo o hospital, o estado de saúde deles é estável. Thiago Santana, de 20 anos, que foi vítima dos tiros, foi socorrido, mas chegou sem vida ao hospital.
Marcos Theodoro pegou a arma de Uelei para atirar na polícia e também foi baleado




O Pub onde a confusão aconteceu fica a apenas 200 metros da sede da Polícia Militar. Conforme o comando da PM na cidade, na hora em que aconteceu a confusão, uma viatura com dois militares estava próximo ao local. Assim que os militares ouviram o barulho dos tiros, eles correram para a porta do local e fizeram a abordagem. As armas dos dois policiais foram recolhidas e um procedimento será aberto para apurar a responsabilidade deles no caso.


















Fonte PMMG e G1

0 comentários:

Postar um comentário