terça-feira, 15 de agosto de 2017

Lavagem De Dinheiro: Segundo Senador, Há Quem Tenha “Vencido” Mais De 500 Vezes Na Loteria


A  Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou o PLS 62/2007, proposta de Álvaro Dias que tenta evitar que lotéricas sejam usadas para lavagem de dinheiro. Em 1993, no escândalo dos Anões do Orçamento, chamaria atenção a explicação de João Alves para o motivo de o deputado federal ter acumulado tanta riqueza: vencera dezenas de vezes na loteria.
O caso foi entendido como uma exploração dos jogos de azar para lavagem de dinheiro. Mas o senador pelo PV diz agora que a prática continuou nos anos seguintes. Conforme publicado no Twitter do parlamentar, o “COAF identificou uma pessoa que descontou 107 prêmios no mesmo dia, em sete modalidades de loteria. Investigação já dura anos“. Mas o próprio Álvaro dias chega a citar casos de ganhadores que venceram de 200 a 500 vezes, com direito a mais de um prêmio por dia.
O objetivo do PLS é fortalecer a fiscalização das premiações, exigindo que as casas lotéricas mantenham por pelo menos cinco anos o máximo de informações sobre os vencedores.
Esse é o país da falcatrua, do roubo descarado, das armações ilimitadas e da falta de vergonha na cara. Esse é o grande circo Brasil. Um país onde os bobos da corte se contentam com as migalhas atiradas ao chão, como pombos esfaimados. Ficam voando em volta fazendo uuuuuuh uuuuuuuuh e nada mais.

0 comentários:

Postar um comentário